Consultório de Tricologia

Psoríase no couro cabeludo: você não está sozinho.

Psoríase no couro cabeludo: você não está sozinho.

A psoríase no couro cabeludo é uma condição que merece nossa atenção e compreensão, especialmente quando se trata de cuidados capilares. Conhecida por suas lesões avermelhadas e descamação, esta condição pode afetar significativamente a saúde e a aparência dos cabelos, além de impactar a autoestima de quem a enfrenta.

O que é a psoríase?
A psoríase é uma doença autoimune crônica, não contagiosa, que afeta a pele e, em alguns casos, o couro cabeludo. Ela ocorre devido a uma resposta anormal do sistema imunológico, que leva a um rápido crescimento das células da pele, resultando em inflamação e formação de placas escamosas.

Sintomas da psoríase no couro cabeludo:
  • Manchas vermelhas com escamas secas, que podem se estender além do couro cabeludo para a testa, nuca e orelhas.
  • Coceira intensa, que pode levar a feridas e desconforto.
  • Descamação excessiva, muitas vezes confundida com caspa, mas com escamas mais espessas e aderidas.
  • Sensação de queimação ou dor no couro cabeludo.

Cuidados para quem tem psoríase no couro cabeludo:
  • Use produtos específicos para a condição: shampoos, condicionadores e tônicos com ingredientes anti-inflamatórios, calmantes, e cicatrizantes podem ajudar a acalmar a irritação, reduzir a coceira e promover a cicatrização da pele afetada pela psoríase.
  • Evite coçar: Embora seja tentador, coçar o couro cabeludo pode piorar a inflamação e causar feridas.
  • Evite o uso de químicas agressivas e de excesso de calor, sempre que possível: Isto podem irritar ainda mais a pele sensível do couro cabeludo e desencadear os sintomas da psoríase.
  • Estilo de vida saudável: Reduzir o estresse, evitar o tabagismo, manter uma dieta equilibrada e exercitar-se podem ajudar a controlar os sintomas.

É importante lembrar que a psoríase no couro cabeludo pode ser uma condição desafiadora, mas com o tratamento certo e os cuidados adequados, é possível gerenciar os sintomas e manter a saúde capilar. Se você suspeita que tem psoríase no couro cabeludo, não hesite em procurar ajuda profissional para obter o suporte necessário.

Sobre o Autor

Tarsila Silva, Farmacêutica Esteta e Tricologista, Docente da Academia Brasileira de Tricologia, Pós-graduanda em Tricologia e Ciência Cosmética, Expert em Tricologia Clínica, Especialista em Farmácia Estética e Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente, proprietária do Consultório de Saúde Capilar e Estética na Cidade de Três Rios/RJ.

Posts Recentes

Categorias

  • Tricologia